Golpe do emprego no WhatsApp: Saiba como funciona e como evitar

Ceará, 31 de maio de 2022 – Conseguir um emprego via WhatsApp é algo comum atualmente, o que facilita encontrar oportunidades de trabalho. Contudo, assim como quase tudo na modernidade tecnológica, os golpistas se aproveitaram para criar o golpe do emprego no WhatsApp.

Dessa forma, muitos estão se aproveitando da necessidade de emprego no momento, para aplicar golpes no aplicativo de conversa.

Sendo assim, entender como isso funciona, e principalmente como evitar cair nesse tipo de golpe, se tornou essencial.

Por fim, para entender melhor, nesse artigo citaremos tudo sobre como funciona o Golpe do emprego no WhatsApp, entendendo principalmente como evitar cair nesse tipo de problema.

Como funciona o golpe do emprego de meio período?

O Golpe começa pelo recebimento via torpedo SMS, com uma gramática alterada com o objetivo de burlar os sistemas de segurança das operadoras, com um link direcionando para o WhatsApp.

Ressalta-se que os números usados são aleatórios, sendo conseguidos através de dados vazados ou bases comercializadas na internet.

Assim, quanto a vítima acessa o link enviado por SMS, um golpista começa uma conversa pelo WhatsApp, o qual se passa por um entrevistador, pedindo informações como nome completo, idade e experiência profissional.

De acordo com o falso entrevistador, o trabalho é para ajudar as empresas a melhorar sua reputação, onde tal atividade será feita utilizando o celular, durante de 10 a 30 minutos.

Desse modo, o golpista diz que enviará um link para a plataforma de trabalho, a qual é diferente da usada por usuários regulares.

Depois, a vítima deve se cadastrar para receber R$ 5 em sua conta, o que é equivalente a primeira renda do trabalho. A partir desse momento, o golpe começa. Leia também: Gerador de Currículo Online.

O golpista faz a proposta para que a vítima exerça a função de “consumidor”, tendo de realizar compras de produtos pré-selecionados pela plataforma, o que traz um reembolso de R$ 30. Além disso, a pessoa precisa receber uma comissão inicial de R$ 17,50.

Depois disso, o golpista promete que para cada aquisição seguinte, a vítima receberá uma comissão de 30%.

O que acontece de verdade

Golpe do emprego no WhatsApp
Golpe do emprego no WhatsApp

Imagine o seguinte: Você acabou de entrar na plataforma e recebe o saldo de R$ 5. Agora, o primeiro produto que você deve comprar para aumentar sua reputação custa R$ 30, então, inicialmente, precisa depositar R$ 25 na plataforma. Depois de fazer a “compra”, o dinheiro é imediatamente “devolvido”, o qual aparece como um balanço, podendo ser sacado a qualquer momento.

Entretanto, ao tentar realizar o saque, a plataforma diz que você precisa fazer um certo número de tarefas em sequência.

Logo após realizar sua primeira aquisição e empolgar-se com sua comissão, você segue comprando para fazer a segunda tarefa, o qual precisa de um depósito um pouco maior.

Por exemplo, a segunda tarefa é comprar um celular no valor de R$ 1.000.

Nesse momento, a vítima deposita seu dinheiro na conta da plataforma e, ao fazer o pedido, você recebe o dinheiro de volta com o valor da comissão de 30% somados. Logo, irá possuir R$ 1.300 no “balanço”.

Quando a vítima for sacar dinheiro, ela irá receber uma tarefa mais cara ainda para cumprir até que ela perceba aquilo do que o golpe do emprego no WhatsApp trata, não conseguindo recuperar suas finanças.

Insistência no golpe

Golpe no WhatsApp
Golpe no WhatsApp

Se você decidir encerrar o contato, provavelmente o criminoso irá insistir para que seus depósitos continuem.

Ele pode até mesmo enviar supostos comprovantes mostrando outras pessoas recebendo dinheiro no golpe do emprego no WhatsApp.

Alguns supostos comprovantes do golpe do emprego no WhatsApp podem ultrapassam a casa dos R$ 15 mil.

Segundo Gustavo Monteiro da AllowMe, empresa de identidade digital, afirma que o ideal é em casos de suspeita, simplesmente ignorar as mensagens.

Além disso, fique atento e não preencha cadastros ou baixe aplicativos desconhecidos, já que o criminoso terá em mãos dados importantes que podem ser usados até para outros golpes de engenharia social.

Por fim, qualquer emprego que vier diretamente do WhatsApp, que envolva valores iniciais seus, e dentre outras coisas, saiba que pode ser golpe.

Considerações finais

Perguntas Frequentes
Perguntas Frequentes

Você já recebeu alguma proposta semelhante ao golpe do emprego no WhatsApp?

Fique atento para não cair em nenhum desses golpes digitais que prometem dinheiro fácil!

Gustavo Costa

Redator a mais de 5 anos no mercado, com experiência e formação em SEO e técnicas de persuasão para textos online.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Favor Desativar Bloqueadores de Anúncios!

Para ver o conteúdo desse site é necessário permitir os anúncios. Pois, o site depende desse recurso para se manter.