Facebook Metaverso: entenda tudo sobre essa nova tecnologia

Nas últimas semanas, uma das coisas mais comentadas dentre os internautas, com toda certeza foi a mudança no nome, e o Metaverso do Facebook.

Dessa forma, a empresa que mudou o seu nome, e agora se chama “meta”, trazendo consigo não só a alteração no nome, mas sim, uma série de novas tecnologias, proporcionando até novos negócios na plataforma.

Ou seja, o conhecido metaverso do Facebook, promete uma série de novidades, mas que por ser lançamento, muitas pessoas ainda desconhecem.

Portanto, para você entender melhor sobre essa tecnologia, nesse artigo mostraremos as principais informações a respeito do Metaverso do Facebook.

O que é o Metaverso do Facebook?

O Metaverso do Facebook pode ser definido, de acordo com a própria combinação hibrida das experiências online dos usuários no meio online, expandida em três dimensões ou se projetando no mundo físico.

Ou seja, a ideia da empresa é que as pessoas possam ter “experiências imersivas” mesmo sem estar presente.

A ideia principal, conforme foi citada pelo fundador e diretor do antigo Facebook, Mark Zuckerberg, é que os usuários consigam está na atividade ou conteúdo interativo, trazendo uma experiencia que consiga ir muito mais além do que apenas olhar pra ele.

De uma forma mais resumida, a ideia é trazer uma espécie de realidade aumentada, considerado como o “próximo passo da internet”, onde você poderá interagir e realizar diversas atividades, como se divertir, comprar, trabalhar e dentre outros, tudo através do meio virtual.

Tudo ficará unificado em um mundo virtual, onde praticamente todas ações poderão ser realizar por ela.

Por fim, você deve saber que o Metaverso do Facebook é uma nova tecnologia, que quer ser um novo marco da internet, prometendo trazer a realidade virtual e aumentada para os usuários.

Saiba que essa nova tecnologia ainda está em desenvolvimento, sem ainda uma data certa para que eles estejam

Porque o Facebook mudou o nome para Meta?

Para entender tudo sobre o Metaverso do Facebook, antes é preciso saber o porque a plataforma agora se chama Meta.

Até porque, essa mudança, mesmo que anunciada com antecedência pela empresa, marcou muitos usuários, que foram pegos de surpresa com a alteração.

No entanto, o que poucas pessoas sabem, é que a mudança para o nome Meta, se deu principalmente, pelo novo foco da empresa.

De acordo com a empresa, a mudança no nome se deu pela união dos diferentes aplicativos que compõe o grupo, que também são muito grandes, como o Instagram e WhatsApp, como também, pela nova aposta da empresa em tecnologia e business.

Até por essa aposta em tecnologia e business, que foi criado o Metaverso do Facebook, que é um assunto que vamos te explicar no decorrer desse conteúdo.

Hoje, para você ter ideia, o Facebook já ultrapassa os 2,9 bilhões de usuários mensais na plataforma, sendo uma das maiores redes sociais do mundo.

E, a intensão dos grandes da tecnologia, é transformar o cenário desses usuários, trazendo um novo marco da internet.

Por fim, para tudo isso, a empresa já começou realizando as alterações no seu nome, unificando todo o grupo, para em breve começar os lançamentos das novas tecnologias.

Como funcionará o metaverso do Facebook?

Como já citamos, o foco do metaverso do Facebook, é que as pessoas possam realizar todas as principais ações pelo meio virtual.

Dessa forma, para entender melhor, com o metaverso, você terá um avatar que possa ir assistir uma sessão no cinema, comprar um livro (com criptomoedas de verdade), ter encontros, e dentre outras coisas.

Ou seja, de uma forma resumida, você meio que vai construir “uma nova vida no meio virtual”, construindo uma espécie de “mundo digital”.

Até por esse motivo, que o Mark Zuckerberg afirma que a intensão principal é que os usuários passam ter experiências que vão muito mais além do que é oferecido pelo computador e celular nos dias de hoje.

Quais aplicativos já estão se adaptando para o metaverso?

Se você acha que o metaverso é algo que não já estava sendo pensado a muito tempo, com toda certeza está bastante enganado.

Primeiramente, saiba que para o metaverso funcionar, é preciso que exista a interatividade e interconectividade entre os aplicativos e empresas.

E isso, é algo que muitos já vem desenvolvendo, afim de que o lançamento do metaverso do Facebook, seja algo realmente funcional, e possa trazer um novo marco na internet.

Para você ter ideia, o vice-presidente do WhatsApp, Andrew Bosworth, afirmou em uma entrevista que o WhatsApp 3D já está sendo desenvolvido.

Além disso, rumores afirmam que outras empresas famosas, como a Tinder, já estão desenvolvendo seus aplicativos para a tecnologia metaverso.

Ou seja, sim, mesmo que seja algo ainda muito novo, e uma tecnologia de muitas incertezas, muitas empresas já vem trabalhando em cima disso.

O metaverso é apenas um projeto do Facebook?

como funcionará o metaverso do Facebook
Como funcionará o metaverso do Facebook

Diferente do que muitas pessoas acreditam, o metaverso do Facebook está longe de ser um projeto único da empresa.

Nesse sentido, saiba que hoje, outras empresas que falam sobre o metaverso incluem a Microsoft e a fabricante de chips Nvidia.

“Achamos que haverá muitas empresas construindo mundos e ambientes virtuais no metaverso, da mesma forma que muitas empresas estão fazendo coisas na World Wide Web”, disse Richard Kerris, vice-presidente da plataforma Omniverse da Nvidia.

Além disso, você precisa saber que hoje algumas empresas de videogame estão também desempenhando um papel forte na liderança do Metaverso.

Para você ter uma ideia, a Epic Games, a empresa por trás do popular videogame Fortnite, levantou US$ 1 bilhão, através de investidores, para ajudar em seus planos de longo prazo para a construção do metaverso.

Até mesmo marcas de roupas famosas estão investindo nesse mercado, onde a Gucci, colaborou em junho com a Roblox para vender uma coleção de acessórios exclusivamente digital.

Portanto,  é um projeto feito  com diversas outras empresas de muito nome, que está entrando de cabeça no mundo dos metaverso.

O metaverso do Facebook poderá virar uma realidade?

O projeto de tecnologia por trás do metaverso é muito grande, e muitas empresas, como você mesmo viu, vem investindo pesado nele.

No entanto, mesmo com todo investimento, ainda não conseguimos ter uma visão se realmente o metaverso poderá se tornar uma realidade.

Isso porque, você pode até não notar, mas muitas serão as dificuldades que as empresas precisarão enfrentar, para tornar essa uma “nova realidade da internet”.

Algumas das principais dificuldades são:

Internet rápida e com baixa latência

Para que você consiga ter acesso a um mundo virtual, e consiga realizar as principais ações, saiba que será essencial ter uma internet impecável.

Nesse sentido, você precisará ter uma internet de alta velocidade, e com baixa latência, para usufruir do mundo digital.

E, sabemos que a nível mundial isso ainda é um problema enfrentado, o que com toda certeza, irá dificultar o trabalho das empresas.

Hoje, o atual 4G do Brasil, pode até permitir os usuários ficarem conectados em qualquer lugar, porém, não consegue suportar o forte fluxo de dados que aconteceria em uma realidade virtual.

A grande dúvida de muitos é: será que o 5G poderá suprir essa necessidade? Até o momento não sabemos.

Construir plataformas intercambiais e compatíveis

Um outro grande desafio que vai ocorrer no metaverso do Facebook, será o de construir plataformas intercambiáveis e compatíveis.

Até porque, hoje, muitas companhias oferecem diversas restrições, e dificuldade intercambial ainda é muito forte entre muitos países.

Diante disso, esse seria um dos grandes desafios, que as empresas que investem no metaverso, precisariam enfrentar.

Em partes, fazer isso seria quase que impossível, onde uma das soluções, poderá ser construir uma experiencia virtual limitada, e não compartilhada por todos.

Criar um sistema unificado ainda é um forte problema.

Manter uma forte privacidade.

A adoção do metaverso por Zuckerberg em alguns aspectos contradiz um princípio central de seus maiores entusiastas.

Dessa forma, muitas pessoas imaginam o metaverso como a libertação da cultura online de plataformas de tecnologia como o Facebook, que assumiu a propriedade das contas, fotos, publicações e listas de reprodução das pessoas e trocou o que coletaram desses dados.

Ou seja, acredita-se que manter a privacidade de dados, principalmente diante dos escândalos que o Facebook vem passando a respeito disso, será uma dificuldade.

Além disso, isso retrai um problema, principalmente porque parece claro que o Facebook quer levar seu modelo de negócios, que se baseia no uso de dados pessoais para vender publicidade direcionada, para o metaverso.

Por fim, o que resta é aguardar e ver qual será os mecanismos de segurança usados para evitar problemas.

Considerações finais

Agora que você sabe as principais informações a respeito do Metaverso do Facebook, o que achou dessa tecnologia que está por vir?

Nos vemos em breve.

Júlio César

Sou formado em Letras português e Inglês. Atualmente trabalho como redator em alguns sites e, eventualmente, dou aulas de português para estrangeiros. Já ministrei aulas de Inglês para os cursos de extensão da Universidade Estadual de Minas Gerais e já atuei em escolas como estagiário e servente escolar. A educação e a escrita são minhas grandes paixões.

Artigos relacionados

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo

Favor Desativar Bloqueadores de Anúncios!

Para ver o conteúdo desse site é necessário permitir os anúncios. Pois, o site depende desse recurso para se manter.